Facebook Twitter YouTube RSS

Aproveite!

 

Fibaro: Ícone especial de Natal!

 

Mais um case Fibaro!

 

Automação de luzes já não custa tão caro!

Iluminação inteligente! Há dez anos, essa frase gerava mais dúvidas do que certezas. Termos como cenas de iluminação, dimerização de lâmpadas e painéis de comando eram vistos como algo distante e caro. “Hoje, o conceito já está consolidado e faz parte de qualquer residência a partir de certo padrão”, explica Juliana Ramacciotti, professora do curso de Pós-Graduação em Iluminação e Design de Interiores do IPOG, consultora de iluminação da Rede Globo e diretora da JRLUZ Arquitetura de Iluminação.

Segundo Juliana, o crescimento do mercado de automação, tanto residencial quanto comercial, tem levado mais consumidores a procurar profissionais especializados em projetos luminotécnicos. É o conceito de lighting design, que envolve parceria entre projetistas e arquitetos. A dimerização das luzes é o benefício mais imediato. “Mas há outras vantagens que se valem de todo o potencial que dos sistemas de automação”, diz ela. “O usuário acaba tendo a real percepção do valor investido.”

Uma grande vantagem é que não existe um momento ideal para implantar numa casa ou apartamento a automação das luzes. Mesmo com a família já morando no imóvel, há inúmeras soluções para cada tipo de construção. Para quem quer o mínimo de reforma, há empresas que oferecem sistemas completos sem fio. Se preferirem, é possível utilizar a tubulação já existente para instalar painéis de parede em cada ambiente, ligando-os à central de automação.

Veja a matéria na íntegra clicando aqui!

 

Black Week é na Munddo!

 

20 de Novembro – Feriado!

 

‘Micro-ondas’ para gelar!

‘Micro-ondas’ ao contrário gela bebidas em segundos

Se o forno de micro-ondas deu mais agilidade ao esquentar almoços, lanches e jantares em minutos, o que dizer de um aparelho que faz exatamente o oposto, só que com bebidas, deixando-as geladas em apenas segundos?

Uma empresa britânica chamada V-Tex desenvolveu a tecnologia, chamada rapid cooling, e ela foi tão bem creditada que a União Europeia colocou dinheiro na ideia.

O “micro-ondas ao contrário” deixa latas e garrafas a 5 ºC em 45 segundos, mas o protótipo doméstico da V-Tex vem com outras opções de temperatura. Ele consegue isso envolvendo a embalagem da bebida em um líquido bem gelado, que se chacoalha rapidamente mas de uma forma que não deixa a cerveja ficar choca.

A ideia é colocar a máquina não só nos lares, mas também em estabelecimentos que mantêm geladeiras ligadas o tempo todo – como bares e supermercados. Segundo a V-Tex, sua tecnologia consome até 80% menos energia que outros aparelhos.

 

Fonte: Redação Olhar Digital